Parque de Piscicultura do RN

Dom, 28 de Março de 2010 16:59 Administrador
Imprimir PDF

RN - Estado lança o Primeiros Parques de Piscicultura.

argaiv1899

 

(foto ilustrativa)

O Governo do Estado lançou nesta sexta-feira (7), em Patu, o edital de licitação que autoriza o uso de reservatórios para o cultivo do pescado. Através dele, agricultores de 16 municípios das diversas regiões do Rio Grande do Norte serão beneficiados.

O evento para o lançamento do edital foi promovido pela Secretaria de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, no auditório do campus da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte naquele município, e contou com a participação do vice-governador Iberê Ferreira de Souza, que representou a governadora Wilma de Faria na solenidade.

Na ocasião, estiveram presentes prefeitos da região, entre os quais, a prefeita de Patu, Evilásia de Oliveira, o diretor presidente da Associação Brasileira de Desenvolvimento Sócio Ambiental, José Salim, o diretor geral do Igarn, Celso Veiga, representantes do Idema, Petrobras, Emater, DNOCS, o presidente da Federação dos pescadores, Abraão Lincon Ferreira, além de centenas de pescadores integrantes de associações de pesca do Rio Grande do Norte.

Depois do evento, o vice-governador seguiu para Lucrécia, onde visitou a estação de criação de tilápias do município, uma parceria entre Governo do Estado, Associação Brasileira de Desenvolvimento Sócio Ambiental e Petrobras. A estação fornecerá alevinos de tilápia para os pescadores da região.


(foto ilustrativa)

A expectativa é de que sejam beneficiadas cerca de 150 famílias, através da utilização de 135milmetros quadrados de área submersa. Para José Salim, a iniciativa da Semarh irá beneficiar centenas de pescadores no Estado. "Essa é uma ação que foi estudada e promovida através de um intenso trabalho de pesquisa na região", disse. Em Patu, foram dostribuídos kits de pesca desenvolvidos pela Emater.

O projeto consiste na demarcação de pequenas áreas em reservatórios de água do Estado para a instalação de gaiolas ou tanques-redes destinados ao cultivo de pescado. Através do processo licitatório, cerca de 150 famílias serão autorizadas a explorar a pesca nas áreas definidas. A estimativa da Semarh é de que sejam instaladas inicialmente em oito açudes 3010 gaiolas, distribuídas em 135 mil metros quadrados de áreas demarcadas.

Serão abertos no edital os açudes Campo Grande, no município de São Paulo do Potengi Tourão, em Patú Brejo, em Olho D’água do Borges Francisco Cardoso (Mulungu), em Currais Novos Encanto, na cidade de Encanto, Lucrecia, em Lucrécia Santa Cruz do Apodí, em Apodí e Açude Umarí, em Upanema. No início de setembro, o edital de piscicultura será divulgado no Diário Oficial. Após a divulgação, os pescadores, através de suas associações, poderão concorrer.

Produção no RN

A estimativa da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte, é de que sejam produzidos anualmente 2.408 toneladas de pescado no Estado e um rendimento bruto de aproximadamente R$ 12 milhões anuais.

Fonte: www.agronline.com.br

Data da notícia: 07-08-2009

Última atualização em Dom, 28 de Março de 2010 17:22

logo_nova400x240